7 motivos para ter uma web TV da sua igreja

web tv para igreja

7 motivos para ter uma web TV da sua igreja

Missas e cultos televisionados não são uma novidade. Existem até canais em TV aberta de algumas religiões há décadas, como a TV Canção Nova, Rede Super e TV Aparecida. No entanto, a internet tornou mais democrática essa possibilidade, pois os valores de investimento, mesmo em uma plataforma de streaming profissional, tendem a ser mais acessíveis do que de um canal de TV. Estamos falando de uma web tv exclusiva para sua igreja.

Mais do que isso: os streamings trouxeram vantagens adicionais para as igrejas. A internet chega mais longe do que o sinal de TV, está no mundo todo. Dessa forma, estar on-line é uma forma de ampliar o alcance e de manter por perto quem se mudou da sua cidade, por exemplo. Além disso, a estrutura é mais simplificada. 

O streaming, atualmente, não é exclusivo das instituições religiosas. São vários os pastores, padres e outros religiosos que têm perfil no Instagram, fanpages e canais no Youtube. 

Mas você sabia que existem benefícios exclusivos para quem tem uma web TV? É diferente de estar nas redes sociais apenas, mesmo com um bom número de seguidores. É o que vamos mostrar neste artigo. 

1. Seleção total de conteúdo

Você pode achar até que tem controle sobre o que posta nas redes sociais e, portanto, sobre o que seu público vai ver. Mas quando o fiel entra no canal ou mídia em que sua igreja está presente para chegar ao seu conteúdo, ele é exposto ao que terceiros postam. Para comprovar isso, basta entrar no YouTube e observar a parte superior e a barra lateral direita. O conteúdo que está ali não é seu. 

Assim, pode aparecer um conteúdo inadequado para o público – como fake news.  

Apenas com a web tv para sua igreja, é possível ter controle total do que o fiel vê. 

2. Não dispute com outras igrejas

Como mencionado no tópico anterior, estar em um ambiente de terceiros expõe seu público, indiretamente, a um conteúdo que não é seu. Quando o fiel entra no Instagram para ver sua live, ele passa por várias publicações antes. 

Até chegar a você é possível que você perca o fiel para a concorrência, pois todo mundo que está naquela rede social tenta captar a atenção do internauta. 

Mas para o seu fiel chegar até você diretamente, só se sua igreja tiver um ambiente totalmente seu. 

3. Captura de leads na Web TV

As redes sociais capturam informações sobre o internauta o tempo todo e usam-nos de forma estratégica. Porém, esses canais não oferecem nenhuma ferramenta para as empresas que têm uma conta nessas mídias. Você só pode fazer isso com uma web TV profissional para sua igreja. Plataformas como a JMV Stream têm ferramentas para captura de leads (potenciais clientes) durante a realização de lives. Também possibilita ações que incentivam o cadastro. 

Você usa esses dados depois para enviar e-mails estratégicos, com ofertas de venda ou convidando para assistir um conteúdo gratuito, acessar seu blog. Também é possível fazer anúncios direcionados para as pessoas da lista de leads. Facebook e Instagram, por exemplo, conseguem alcançar o usuário a partir do telefone e e-mail. É possível construir público semelhante com esses dados também. Dessa forma, seu anúncio impacta diretamente quem você deseja.  

4. Monetização própria: mais lucratividade

No YouTube e programa de adsense do Google para sites, quem disponibiliza o conteúdo ganha por visita ou clique nos anúncios. Portanto, valor é bem pequeno. No Youtube, são cerca de R$0,004 por visualização. A monetização própria é bem mais promissora. 

Você pode criar planos com valores definidos por você e oferecer a apoiadores estratégicos da igreja. Assim, conseguirá ter uma renda muito melhor para sua igreja. Há algumas plataformas de streaming, por exemplo, que têm ferramentas para inserir anúncios antes, durante ou depois dos vídeos. Esse espaço pode ser aproveitado para divulgar as obras da igreja também, além de incentivar contribuições financeiras da igreja. 

Além disso, você pode fornecer estatísticas mais detalhadas para os anunciantes. 

5. Ofertas e dízimo on-line

Para os fiéis que não conseguem ir presencialmente à igreja, ou que estão longe por um período, é possível coletar oferta e o pagamento do dízimo on-line nas plataformas que oferecem recursos avançados. Você pode, nos cultos ou missas virtuais, coletar a oferta por meio do botão doação. Existe uma empresa de streaming que oferece a possibilidade de doação integrada ao player. É um recurso exclusivo da JMV Stream. 

Para o dízimo, no site, pode haver uma página especial para o pagamento. Você pode lembrar o fiel por meio do e-mail marketing e notificações no aplicativo. Mas ainda pode adicionar uma página específica para o dizimante com opções para ele pagar com Pagseguro, Picpay, boleto bancário e várias outras opções do mercado. 

6. Sua Web TV, suas regras

Sim, sempre haverá uma rede social do momento e uma que o pessoal está desistindo, em decadência. Lembra-se de quando o Orkut estava prestes a acabar? O Facebook estava em ascensão. Mas mesmo adaptando-se rápido, você precisa se sujeitar às regras do ambiente em que está inserido. 

O YouTube, por exemplo, derrubou algumas lives porque os realizadores infringiram as normas. No Instagram, quem quer produzir um conteúdo ao vivo está limitado a uma hora e dois participantes. 

Na web TV da sua igreja é diferente. É você quem define as regras. Os profissionais de marketing costumam falar que as redes sociais são como uma casa de aluguel e os sites casa própria. Portanto, o mesmo vale para as web TVs, as regras são definidas por você.  

7. Realize sorteios, enquetes e outros


Sim, tem muita gente que realiza sorteios em redes sociais. No entanto, eles dependem de ferramentas externas. O mesmo acontece com enquetes. É possível e muitos usam os chats para coletar as respostas dos participantes. Mas com uma plataforma própria é possível ter as estatísticas em tempo real bem como realizar os sorteios no próprio player. 

Nas igrejas é muito comum o sorteio de livros, camisetas religiosas, ingressos para eventos e outros.  

Você pode usar da forma que for mais estratégica para você, de acordo com o perfil dos seus fiéis. Mesmo que transmita os cultos e missas simultaneamente nas redes sociais, deixar claro que para participar do sorteio só é possível no site próprio vai trazer grandes vantagens. 

Afinal, ao trazê-lo para sua plataforma, você já consegue capturar os dados, viabilizar a doação de oferta direta e muito mais. 

As Web TVs de igrejas têm estruturas complexas e por isso indicamos sempre que você procure por quem entende do assunto. Além disso, desenvolver o ambiente do zero é muito trabalhoso. 

Boa sorte em sua busca pela web tv da sua igreja, estamos abertos a responder dúvidas caso surjam no momento da análise de possibilidades de plataformas no mercado, é só chamar nos comentários que podemos indicar as melhores opções!

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.